Fãs ou envolvimento? Saiba o que é mais importante no Facebook

Por Pedro Miguel*

Ter uma página com muitos fãs é sinal de boa presença no Facebook para muitas empresas, que acabam destinando seus recursos humanos e financeiros à obtenção de novos “likes”. Mas será que isso é o suficiente? Não. Também é preciso ter envolvimento, ou seja, conseguir interação com esse público.

IMG_4942

É que o Facebook limita o alcance dos posts com um sistema de relevância, selecionando aquilo que provavelmente vai lhe interessar mais. Se essa mídia social utilizasse a ordem cronológica, você veria uma avalanche com mil publicações por dia na sua linha do tempo, caso tivesse apenas 100 páginas curtidas e 900 amigos realizando uma postagem diária cada um. Devemos lembrar que esses são números bem modestos, inclusive.


Marketing de conteúdo e Storytelling são maneiras eficazes de conseguir envolvimento


Por essa razão, mesmo tendo uma grande quantidade de fãs, você nunca vai alcançar todos (ao menos não gratuitamente). Apenas 10 a 15% do seu público conseguem a ver suas publicações no feed, em média. É aí que entra o envolvimento. Quanto mais curtidas, comentários e compartilhamentos suas publicações geram, mais relevantes elas se tornam e, consequentemente, mais pessoas recebem seu conteúdo.

Então é importante, sim, ter uma grande quantidade de fãs, pois isso amplia sua credibilidade e amplia seu potencial de público. Quanto mais popular você é, mais as pessoas acreditam que existe uma razão para isso e pensam que devem recorrer a você, não é mesmo? Por outro lado, não adianta ter uma base numerosa, se suas publicações não se tornam relevantes. Você pode ter 50 mil fãs e, mesmo assim, ser visto por menos pessoas que uma página com 25 mil e que possui mais envolvimento.

Quer melhorar seus resultados nas mídias sociais? Vem pra KKi.

*Social media da KKi. Formado em jornalismo pela UFRN e mestre em Gestão da Comunicação pelo Celsa – Paris-Sorbonne (França).